[HADR] – Windows Server Failover Clustering – Overview para DBAs

FailoverClusterManagerFonte: http://blogs.msdn.com/b/clustering/archive/2012/05/01/10299698.aspx

“HA” Alta Disponibilidade

Aplicações críticas (ou não) geralmente necessitam estar disponíveis para os usuários o máximo de tempo em que estes necessitarem utilizar tais aplicações.
O termo “HA” do inglês High Availability ou traduzido em “Alta Disponibilidade” referencia-se à demanda por tal disponibilidade e às soluções oferecidas para suprir esta necessidade.
A tabela abaixo representa a estimativa do percentual de disponibilidade baseado no tempo de downtime por ano.

Disponibilidade_thumb[1]fonte: http://redes-e-servidores.blogspot.com.br/2011/02/alta-disponibilidade-medicao-i.html?_sm_au_=iVVQn0jJJkfqJ8rR

Windows Server Failover Clustering (WSFC)

Uma das opções que a Microsoft oferece para provimento de HA em vários de seus produtos (incluindo o SQL Server, que será o ponto focal dos artigos da categoria [HADR]) é o WSFC (Windows Server Failover Clustering). Para beneficiar-se dos recursos do WSFC, a aplicação necessita ser Cluster Aware, ou seja, capaz de trabalhar em conjunto com o Windows para utilizar-se das features de Alta Disponibilidade disponíveis.
Um ponto muito importante para usufruto de todas os benefícios do WSFC, é o bom entendimento da finalidade e funcionamento do WSFC.

Pré requisitos

Para que seja realizado o deploy simples de um WSFC para receber quaisquer aplicações suportadas, são necessários (ou recomendados) alguns itens, listados a seguir:

  • 2 ou mais servidores com Windows Server (mesma versão) – (Requerido);
  • Todos os nodes do cluster no mesmo Domínio – (Requerido);
  • Quórum (Disco ou FileShare) para atuar como Witness onde se aplica – (Recomendado);
  • Multiplas Interfaces de rede para redes privada (Heartbeat) e pública – (rede corporativa) (Recomendado);
  • Storage compartilhadas – Quando a aplicação exigir (Requerido);

Aplicações “Cluster Aware”

Conforme já citado anteriormente, uma aplicação precisa ser Cluster Aware, ou seja, ser capaz de tirar vantagens das funcionalidades e benefícios do WSFC, para que a mesma possa ser instalada desta forma. Abaixo, alguns exemplos de aplicações e serviços que pode ser instalados em um WSFC:

  • SQL Server (Database Engine);
  • SQL Server (Analysis Services – SSAS);
  • Exchange Server;
  • DHCP Server;
  • MSDTC (Microsoft Distributed Transaction Coordinator);
  • File Server;
  • MSMQ (Microsoft Message Queue);
  • Etc

Concluindo

A disponibilidade de uma aplicação crítica é tão importante quanto a recuperabilidade da mesma, uma vez que a falha de uma aplicação em momentos críticos para o negócio, podem acarretar em perdas financeiras e grandes prejuízos para o negócio.
A ideia deste post é apenas um overview sobre o tema “Alta Disponibilidade” bem como um breve descritivo do serviço “WSFC (Windows Server Failover Clustering)”.
Em outras postagens neste mesmo blog, é pretendido a criação de artigos com maiores detalhes sobre Alta Disponbilidade, Disaster Recovery, WSFC e AlwaysOn.

REFERÊNCIAS:

Abraços,

Edvaldo Castro
SQL Server – Data Platform Consultant
MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor

http://edvaldocastro.com/ – (61) 9636 – 0246

http://facebook.com/edvaldocastro

3 thoughts on “[HADR] – Windows Server Failover Clustering – Overview para DBAs

Leave a Reply